quinta-feira, 31 de maio de 2012

Beijo ... Verônica Mell


                        
                        Quero sorver gota-a gota
                        O sabor do teu beijo ,
                        Renovando aos teus pés
                        A vida  que inicia .
                        Na quentura do teu corpo,
                        Abarcar mil emoções,
                        Passo-a passo, no amor,
                        Ao tocar dos flautins
                        De querubins !

                        Destruir as armaduras
                        De amarguras alienantes.
                        Vibrante... pleno.
                        Um ser de sonhos risonhos,
                        Num poente escarlate !
                        Não quero mais nada, nada,
                        Desta tua boca molhada...

                        Ao sabor de nectares finos,
                        Ao som de poesias e violinos,
                        Fartar minha sede de prazer.
                        Ver-te insano,
                        Sem perdas ou danos...
                        Parte dos sonhos meus,
                        Que agora são teus !!!

     (do livro: "Retrato, Breve Como o Vento" - Verônica Mell,
             1996 - página 13 )
                                      
                       
                                          

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Trovas Ao Acaso...Verônica Mell

São Luiz do Paraitinga- São Paulo 


              "Segue teu destino...
               Rega as tuas plantas; ama as tuas rosas.
               O resto é a sombra de árvores alheias."
                              (Fernando Pessoa )

                        Um dia... fui de bicicleta,
                        perto lá, de um casaréu.
                        E, me tornei mais um poeta
                        contando as estrelas do céu!

                        Vou eu passar por tua vida,
                        do amor,deixando as marcas.
                        Apagando alguma ferida.
                        Dos espinhos, tirando as farpas.

                        Tracei  um caminho  reto,
                        aí, a vida quis uma  curva!
                        E,agora, só por decreto,
                        ela o curva e o recurva !!!

                        Não quero falar eu agora,
                        nem de você,nem de mim .
                        Vamos ouvir, a chuva lá fora...
                        Abraçados. Ah! Bem assim!

                        Tranquei no baú a chave,
                        a grande dor da saudade.
                        Ele,as vezes, até se abre
                        mas,só, por pura maldade!

                        O sonho de travesseiro,
                        chega bem pouco calado.
                        E fica, lá, o tempo inteiro,
                        sussurrando ao meu lado!

                        

                    
                       
                       


                 
            

            

              
                              

         

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Trovas Enamoradas...Verônica Mell

Itacaré- Bahia



                       Plantei as trovas, no canteiro
                       em meio, a rosas do jardim .
                       Agora, tenho o teu cheiro ,
                       todinho e ... só prá mim !!!

                       São amigos e são amantes:
                       amados são... Enamorados !
                       Tudo é mais forte que antes ,
                       depois de bem apaixonados...

                       O amor de algun tempo,
                       vai mudando e não se via.
                       É  outro,o toque e o vento:
                       mais forte, ao passar do dia!

                       Canto a vida ... e o amor,
                       a alegria que acalma...
                       Canto, com até mais calor
                       a paixão.. . de minh'alma !!!

                       No meu sonho tão incerto,
                       pra ficar eu ... na tua vida ...
                       Ou...  bem te desconcerto ,
                       ou, fico é ...  mais atrevida!!!

                       Estrelas  disseram baixinho
                       do seu amor... Foi assim :
                       - Violões tocaram chorinho ,
                       repetindo o bis... pra mim!!!         

                       Uma flor e, mais um sorriso.
                       Um abraço ... bem apertado.
                       É  do que eu mais preciso
                       agora...meu  bem- amado!!!
 


  

                   


                    
        

Trovas Sábias ... Verônica Mell

Cerejeiras Em Flor- Campos de Jordão - Sã´Paulo


                           Se de todos os atalhos meus
                           em  buracos, também eu caí ,
                           mostre o  caminho...Deus ...
                           Quando me perco , por aí !                  

                           Tudo que vai,volta e vem .
                           Cuida bem da  língua solta.
                           Ah! Na vida, tudo sempre tem
                           uma guarda...e,  boa escolta!

                           Não passe a vida em branco ,
                           pinte-a da cor do Arco- Íris .
                           Deixe sempre em cada canto
                           um pouso bom... se partires !

                           Para o que ficou lá prá traz ,
                           não olhe e, segue em frente .
                           Só o que for de muita paz...
                           leva contigo  em tua mente .

                           Seque agora, este teu pranto,
                           que a vida é sempre uma só.
                           Faça com a magia do canto :
                           a mágoa grande, virar um pó!


                         

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Trovas Outonais ... Verônica Mell



                 "O segredo é não correr atrás das borboletas...
                   É cuidar do próprio jardim para que elas ve-
                   nham até você,"  -Mário Quintana



                    A velha  amiga folha cai.
                    Outono ...a estação.
                    Só de Deus é que  sai:
                    o ato...da emoção !

                     Deixa o amor brilhar ...
                     ponha o sorriso no  rosto .
                     Bom é ... namoro ao luar .
                     Da cor da vida : o gosto !

                     De outono, novas cores.
                     Outra face da natureza!
                     Os velhos ou novos  amores,
                     juntam-se mais,com certeza !

                     A velha folha de outono,
                     levou-me a certo lugar...
                     Era um ninho sem  seu dono,
                     alguém... deixou de amar!

                     Folhas de outono já caindo,
                     você bem ao meu lado...
                     A paixão veio, veio vindo,
                     e a lua espia...amado!

                     Lembrei daquela viagem...
                     era o nosso.. belo outono!
                     Com a linda paisagem...
                     de lareira e chão morno.
 
                  


Trovas...Voando Alto-Verônica Mell

Pedra Do Baú- São Bento do Sapucaí - São Paulo


                             Um dia ainda eu voltarei
                             e,as doces lembranças comigo .
                             Aí... alto e forte direi :
                             - Queres de novo ser meu abrigo? 

                            Cantei eu algumas poucas trovas,
                            foi bem junto, as tuas janelas .
                            Muitas de amor,outras de provas.
                            Forte emoção, em muitas delas!

                            Era de um azul celeste,
                            este amor meu... De nós dois!
                            Cresceu e foi como cipreste
                            mas, logo morreu,logo depois !!!

                            Ao escrever eu estas  linhas,
                            num céu da cor de arco-íris.
                            A alma tece douradas bainhas
                            em versos e,espera tu vires !!!

                            Fico infeliz eu, pouco tempo,
                            jogo tudo pro alto e caminho.
                            Da tristeza quero, o evento .  
                            Do amorável, o meu ninho !

                            Tu me disseste a verdade.
                            numa suave manhã de sol .
                            O que faço eu ?! A saudade
                            canta,canta qual um rouxinol 


                     
                      
                     
                      
                    
                      
                       
                         
                         

Porção De Trovas ... Verônica Mell

São Francisco Xavier - São Paulo


          " Tenho dentro de mim todos os sonhos do mundo ."
                             (Fernando Pessoa)


         O amor veio prefaciar ,
         bem ou mal toda a nossa vida
         chegou, mas, sem avisar .
         Até foi uma carta vencida!

         A mágoa,joguei lá no poço,                     
         afoguei a vontade minha.
         Vai embora, aí, seu moço...
         De resto? - Oh!De manhãzinha !

          Este amor,um pobre coitado,
          bem,ele não ia dar certo mesmo.
          Além de nascer no feriado,
          deu até boas voltas a esmo !!!

          Acendeu-se uma forte fagulha,
          no peito dos enamorados ...
          E, o ciúmes como agulha,
          pôs um fim aos sonhos.Coitados!

         Tu partiste e foste sem mim .
          Na soleira,eu, da velha porta .
          A tristeza me fez assim :
          nem tão viva e nem tão morta!

          As cartas,as fotografias,
          te  traziam, aqui de novo.
          Era um tempo de alegrias,
          lá,do nosso último Ano- Novo!





terça-feira, 22 de maio de 2012

Trovas Noturnas ... Verônica Mell

           

                         

                          O amor que eu bem tinha,
                          plantei em chão de estrelas .
                          Porém, era você quando vinha,
                          que já, não conseguia vê-las !

                          Na janela, eu canto agora ,
                          este meu amor ... tão imenso .
                          E, vendo a forte chuva lá fora
                          em ti penso. Ah! Se penso!!!

                          Não cave a saudade minha ,
                          ferida maior que,já, tenho ...
                          Deixe ,o que de melhor eu tinha .
                          Leve... o que  não mais tenho !

                          Não sei  porque a gente ,
                          gosta de se culpar tanto .
                          Há dias em que a  mente ...
                          tece da dor,o seu manto !

                          Lágrimas que rolam pela face ,
                          buscam o caminho do meio .
                          Aí ... se a tristeza nasce !
                          bem, algo se perde, eu creio .

                          A saudade vem e mata ...
                          arde  no peito e não grita .
                          E, deixa  cair e não cata,
                          a emoção ... tão aflita !!!

                          









domingo, 20 de maio de 2012

Trovas Servidas... Verônica Mell



                        Sirvo a você  minhas trovas ,
                        repouso de inspiração ...
                        Há algumas, muito novas
                        outras, cheias de emoção..!

                        Há no cardápio de trovas,
                        uma variedade bem grande...
                        Umas mais, que tu aprovas,
                        já , outra ...que se expande !

                        No Menu de sobremesa,
                        há umas  até curiosas...
                        Vá rápido, arruma a mesa,
                        para provar das saborosas !

                        As trovas  servidas, são
                        de sabor  todo especial.
                         Arroz com tempêro e feijão,
                        farinha... É o modo ideal !!!

                        Já pensei em desistir,
                        deste nosso amor insano.
                        Mas, como posso  partir?!
                        Oh céus!... Ledo engano !

                         Suba no  barco, agora ,
                         leve a saudade tão tua .
                         Não deixe, nada de fora ,
                         nem, o olhar da lua... !!!

                        Passei a vida, querendo colo
                        E... a vida, não me deu!...
                        Eu penso, deitada no solo :
                       - Quando ela, me esqueceu ?!

                        Minha missão... é escrever,
                        Deus me presenteou, com isso.
                        Mas,quando deixo de crer ,
                        logo, Ele me lembra disso !

   



   



    



,


quarta-feira, 9 de maio de 2012

Trovas... Amor De Mãe



                      Há, uma doce cumplicidade,
                      mesmo, se não mostrada .
                      Morre-se de muita saudade,
                      à toa - à toa  de madrugada .

                     Amor que não se explica,
                     este de mãe para filho...
                     Ah! O coração simplifica.
                     e logo, põe tudo no trilho !

                     Ah! Meu filho amado!
                     antes ,de você existir...
                     Eu, já,tinha te sonhado,
                     trazendo um doce porvir .

                     Duas pérolas,eu,as tenho,
                     e, as cultivo, lá no jardim .
                     Coração! Eu aqui venho ...
                     Deus! Regue-as por mim !!!

                     De mães... fala-se no Dia .
                     Mas, eternize com  pincel :
                     o amor. Deixe o que enxovia ,
                     e, o que for de mais cruel ...
     

domingo, 6 de maio de 2012

Trovas E Trovas ... Verônica Mell



                      Sonho,.doce sonho, meu,
                      voe rápido ... e  voe de volta,
                      para quem há muito, te perdeu.
                      Traga o amor... de escolta !!!

                      Não sou uma segunda opção .
                      Os meus voos até mais altos ,
                      vão em  uma nova direção .
                      Estréio ... noutros palcos !!!

                      Os outros, a nós  dois vigia.
                      A nossa vida ,dão atenção !
                      No final de tarde ... todavia ,
                      haverá... outra apuração ...

                      Se quiseres saber um dia ,
                      porque tanto corro de você?
                      É , que o amor... bem, cria
                      sonhos,!E fico a tua mercê !

                      Uma resposta nua e crua!
                      Eu te vi naquele outro dia 
                      lá, do outro lado da rua .
                      Foi o coração, teu guia ?!

                      Nada de sonhos  pequenos ,
                      voo em grandes horizontes .
                      É por caminhos... amenos,
                      que bebo d' água das fontes !

      






sexta-feira, 4 de maio de 2012

Novas Trovas ... Verônica Mell



                         Jogue mais flores,pedras jogue 
                         o que for, da vontade tua ...
                         Depressa...venha e afogue 
                         esta displicente dor, tão nua !!!

                        Mais outra noite...tão escura 
                        são de tristezas  imensas ...
                        Visto  uma nova armadura ,
                        teço,agora, novas crenças !

                       Cada ser, um grande desafio,
                       para o outro bem do seu lado .
                       Talvez por isso ... meu amado ,
                       tudo corra rápido! Por um fio!

                       Ah! Este fadado romancete!
                       Não diz de nós , quase nada.
                       Prefiro uma boa omelete...
                       e ... ficar apenas calada ... 

                       Adestraram o corpo nosso,
                       na barriga de belo tanquinho.
                       Deus! Como é que  posso
                       seguir, por outro caminho !!!

                       Na canção para começar,
                       há uma estrela complacente.
                       Vai de noite...nos atrelar...
                       ao sonho mais envolvente !






quarta-feira, 2 de maio de 2012

Outras Trovas... Verônica Mell



                       Em um amor tão viçoso,
                       como ... este teu e meu!
                       Algo é bem mais temeroso,
                       quando está no apogeu !

                       Aquele, meu grande desejo
                       de um amor tão imenso....
                       Perde-se mais no teu beijo
                       e...no abraço tao intenso !

                     Traga... mais de um sorriso,
                     no olhar  do rosto tão teu .
                     Traga agora ...que preciso,
                     o amor que não é meu !!!

                     Coisas me foram ensinadas .
                     Outras, trago-as bem comigo !
                     E, algumas são pouco faladas,
                     bem,as outras eu...Nada digo !

                     Para os homens de verdade,
                     tira-se sempre o chapéu...
                     Sem ...um grande alarde,
                     cai  as bençãos,lá, do céu !!!

                     Aqui digo... e, digo sempre,
                     os pesares me são poucos.
                     Trago no peito e na mente,
                     o  ingênuo sonho dos loucos!!!