quarta-feira, 9 de maio de 2012

TROVAS AMOR DE MÃE - Verônica Mell



                      Há, uma doce cumplicidade,
                      mesmo, se não mostrada .
                      Morre-se de muita saudade
                      à toa - à toa,de madrugada .

                      Amor que não se explica,
                      este de mãe para filho!
                      Ah! O coração simplifica.
                      e logo, põe tudo no trilho.

                      Ah! Meu filho amado!
                      antes ,de você existir...
                      Eu, já,tinha lhe sonhado,
                      trazendo um doce porvir .

                      Duas pérolas,eu,as tenho,
                      e, as cultivo, lá no jardim .
                      Coração! Eu aqui venho ...
                      Deus! Regue-as por mim !!!

                      De mães... fala-se no Dia .
                      Mas, eternize com  pincel 
                      o amor. Deixe o que enxovia ,
                      e... o que for de mais cruel. 
     

2 comentários:

  1. Os filhos sempre nos emocionam!E,resolvi homenagear os meus e os de vocês que estão me acompanhando...

    ResponderExcluir