quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Um Brinde - Verônica Mell


Myconos - Grécia



             Amo coisas intensas,
             vivo tudo com paixão.
             Como me apaixono!
             Por lugares únicos,
             pessoas impares,
             aromas e sabores.
             Pelo pôr do sol
             em ato de comunhão
             com a Natureza...
             Sinto-me contaminada
             por sua magnitude!
             Faço um brinde especial
             a essa magia .
             Brindo à Vida!

             Nada pela metade,
             nem meia verdade.
             Amo os momentos,
             tudo que transborda.
             O milagre da vida!
             Um brinde a ela,
             minha querida ...

              O novo projeto
              me consome ...
              não importa o nome!
              Um dia sim, no outro
              também
              apaixono-me por
              alguma coisa .
              Um brinde à Vida!

               Dizem que é loucura,
               acreditar em sonhos!
               Creio em todos eles.
               Longe de mim
               deixá-los ...
               serem refreados.
               Morrem... se ignorados!
               Na efervescência da crença,
               sua essência .
               É o lago, aonde mato a sede.
               Isso me conduz.
               E, faço jus...!
               Um brinde à Vida,
               minha querida!
             
                Às vezes um beco sem saída,
                o amor dá trabalho!
                Segue por atalhos,caminhos.
                Olha bem,escolhe um...
                Minha querida !
                Sorria. Brinde,brinde à Vida!
               
                Mesmo transitória,
                é a tal  felicidade,
                cantada em verso e prosa.
                Melhor tê-la e vivê-la!
                Não deixe...
                o tempo se perder.
                Lembre-se querida,
                um brinde à Vida!

                 Adeus a tristeza
                 em desalinho,
                 adeus a mágoa,o grande
                 rodamoinho de emoções!
                 Adeus ao egoismo que
                 a tudo corrói...
                 Adeus ao desamor
                 que corrompe
                 o bem estar .
                 Novo brinde,querida!
                 Saúde! Santé!
                 A votre Santé!
                 Um brinde à Vida!

                                           ( fev. 2017 )


              " Tenho que ter paciência para
                 não me perder dentro de mim:
                 vivo me perdendo de vista.
                 Preciso de paciência porque
                 sou vários caminhos,inclusive
                 o fatal beco sem saída."
                           ( Clarice Linspector)



   



Nenhum comentário:

Postar um comentário