quarta-feira, 11 de julho de 2012

Trovas... Nas entrelinhas - Verônica Mell

Gruta de Santo Antonio (Parque da Serra de  Aires e Candeeiros) - Portugal
         
                   " Ao ler nas entrelinhas,com jeito,
                           você descobrirá o papel e o
                            feitio dos meus sonhos..."
                                              ( Verônica Mell )


                     Não sou eu, um livro aberto,
                     quando falo  nas entrelinhas .
                     Canto afeto e desafeto...
                     dentro ou fora das linhas!

                     De nós dois: o romaneio,
                     tecido em noite de estrelas.
                     Surgiu até a lua....que veio
                     em festa... para vê-las!

                     E a dor que bem alto grita,
                     lá, do fundo vem e escapa .
                     No entanto, a saudade aflita
                     dorme no peito. Até derrapa!

                     Se de alguém muito especial
                     a luz até... não se apague,
                     A obra deixada no final ...
                     com a sua saga... segue!!!
             
                    No amor onde tudo  cabe
                    há ... uma eterna sinfonia .
                    Nunca se parece que sabe,
                    de quem é tal primazia ... !




                   

                   

Um comentário:

  1. Nas entrelinhas... o mistério de cada um,algumas vezes tão fascinante...Quem sabe,com muito jeito o decifremos,ou continuará tudo um grande mistério?!

    ResponderExcluir