quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

SEM PALAVRAS - Verônica Mell

Positano - Itália


          Há coisas que nos deixam sem palavras e não se consegue explicar.
   Não se traduz a linguagem da alma! Como exteriorizar as emoções ou dizer
   dos amores e desamores que nos acompanharam pela vida afora,das alegrias
   e das tristezas que fizeram parte do contexto de nossa jornada.
          Nas pequenas ou grandes alegrias, a alma canta, o coração acelera e
   perde-se o controle de tudo. Nas poucas ou muitas tristezas, ela sufoca,
   o coração  dispara e parece que vai explodir! Como não falar do sorriso
   de uma criança ou do  olhar de alguém que nos comove ou nos eleva.Nos
   braços e abraços daqueles que amamos. Na expressão dos olhos de um
   animal...
          E,como a alma fica em festa diante dos aromas,do rio,do mar,das
   fontes,das árvores,do silêncio,dos sons da natureza... Da vida que nos traz
   os astros, as  estrelas,o pôr do Sol - amo assistir o pôr do Sol em diferentes
   lugares e me perder  por vielas seculares. As horas esculpindo histórias de
   amores,sonhos,encontros,desencontros,adeuses... A saudade procura,agora,
   por luz,estrelas,folhas esquecidas, horas antigas e novamente a alma dança
   com o Universo... Observa constelações,rodopia e perde-se numa lembrança
   gostosa com sabor de nostalgia... A vida faz  uma outra curva e nos deixa
   sem chão muitas das vezes! Pode ser a hora de um novo recomeço, tudo
   é cíclico e efêmero neste mundo. Somos o capitão desse navio, o lema:
   "acreditar nos sonhos e seguir em frente".
           
                                                                 (jan.2016)                            
   

   

Nenhum comentário:

Postar um comentário