terça-feira, 24 de abril de 2012

MODINHA - Cecília Meireles



Tuas palavras antigas
dexei-as todas,dexei-as,
juntos com as minhas cantigas,
desenhadas nas areias.

Tantos sóis e tantas luas
brilharam sobre essas linhas,
das cantigas - que eram tuas -
das palavras - que eram minhas!

O mar,de língua sonora,
sabe o presente e o passado.
Canta o que é meu,vai-se embora :
que o resto é pouco e apagado.

Um comentário:

  1. Cecília Meireles..."Pelos vãos,brechas e fendas passam apenas semi-ventos, meias verdads e muita insensatez..." Ela é uma grande inspiração prá mim!

    ResponderExcluir